segunda-feira, julho 10, 2006

Aniversário

Hoje o meu pai fez 75 anos. Telefonei-lhe. O resto correu...
Tenho medo de perder a noção do tempo, de não ver a diferença...
Hoje marquei finalmente consulta num psiquiatra
Tenho 38 anos. Não conheço a minha máscara
Já tomei decisões difíceis, realizei, filosofei
Chorei
Como todas as histórias, esta também tem um começo.
Sempre tive o vício de procurar justificação para as coisas
Coisas simples como ir ao psiquiatra, sim,
Ou como ir à Fnac e sair de lá com ‘Mais Platão menos prozac’
Num daqueles sacos tipo ‘eu consumo cultura’...
De repente lembro-me que me pagam há 15 anos
Para ensinar filosofia
E não pagam o suficiente para livros
que servem apenas para me lembrar que essa terapia já a faço há anos.
Vou ao psiquiatra
É a minha primeira vez!
De repente lembro-me da justificação...
‘então diga lá, porque vem cá’, ou outra coisa qualquer
e percebo que é por não o saber que lá estou
assalta-me então o terror do discurso
tenho de ser coerente, cuidadosa, senão ele pensa que sou completamente louca
e receita-me ‘incapacidade total para gerir a minha vida’
ou acha-me suficientemente equilibrada e não me leva a sério.
Entre uma coisa e outra , uma profusão de medos e memórias
38 anos, dum extremo ao outro
da incerteza, à natureza morta no canto da lareira
do inesperado, à triste certeza de que nem sempre o que é esperado acontece
entre a fé e a força das apostas difíceis
e o fascínio dos abismos fáceis.
Quer que lhe faça um relatório? De quanto tempo é que disponho?
Falo-lhe desde quando?
da primeira vez que tive medo, da iniciação sexual, da estudante temerária
activista sindical, grevista (deixei-me disso),
profissional do ensino português há quinze anos.
Aviso-o já que não tenho dinheiro para muitas consultas
Se quiser salto já para o ensino e você diagnostica ‘esgotamento’
Sabe, mas eu gostava de ser levada mais a sério.
Fiz dois filhos. Um sobreviveu.
Fiz uma casa, várias... foram-se.
Casamento, divórcio, a perda, pouco dinheiro...
Já deve ter percebido porque é que eu marquei a consulta.
Porque o meu pai fez hoje 75 anos e está mais vivo do que eu.

rosalinda

17 comentários:

Achadiça disse...

Rosalinda é com muito gosto que publicamos o poema que nos enviou. Esperamos que este seja o primeiro de muitos outros que nos venha a enviar. Mantenho e insisto no convite que lhe enderecei. Teríamos muita honra em que aderisse como colaboradora ao nosso berloque. A qualidade do poema permite adivinhar outras versatilidades literárias, que julgamos poderem enquadrar-se no espírito que imprimimos ao mulherio.
Obrigada pela solidariedade.
(enviámos-lhe um mail para o portugasuave. Diga-nos qualquer coisa)
já agora, que sorte a do seu psiquiatra! lol

B:»»

Cristalinda disse...

Ó Rosalinda (gosto do nome, porque será?) gostei muito do seu poema e ainda gostava mais se pudessemos contar consigo para apoiar o Mulherio neste deserto feminino...veja lá que as poucas que têm coragem para deambularem por aqui são apelidadas de travestis... epíteto que também lhe estará reservado se nos der a honra do seu contributo. Não se preocupe... nós chegamos para eles. Como diz a nossa presidente venham daí essas penas... lol

B~~

Penso que esteja familiarizada com o nosso berloque (pelo menos assim o deu a entender o Portuga), mas se quiser alguma informação adicional esteja à vontade... já sabe o email.

Galinha Riça disse...

Gostei Rosalinda.
Estado de alma da modernidade. A inteligência ao serviço da poesia… impressiva e directa. Como a entendo professora, como a entendo…
Sinto-me muito grata pelo seu contributo, o resto já foi dito pela Cris e pela Achadiça.

PortugaSuave disse...

Vejo que gostaram. Também eu, mas eu sou suspeito porque sou amigo da Rosalinda e vocês também porque, depois do apelo, não estão em condições de recusar ou criticar, lol.

Então senhora presidente quais são as directrizes do Movimento para o seu primeiro ano de mandato? Não me diga que vai ser como aquele outro, que nunca se sabe bem para onde se vai virar... espero que não seja do avesso.

cumprimentos

Cingab disse...

parabéns!

rosalinda disse...

tenha eu o estro e a desfaçatez para estar à altura do vosso blog. foi com imenso prazer que tomei conhecimento da vossa iniciativa ( obrigada portugasuave). e já agora para os mais incrédulos, rosalinda tem vagina e entende perfeitamente o vosso problema com o milho, apesar de ser mera turista no que se refere a canas de senhorim. mas como o problema é universal, e ameaça agravar-se, ou não estivesse o cromossoma X a desaparecer, podem contar com a minha solidariedade e compreensão. porém, como devem entender, ficar-me-ei por breves comentários, não excluindo eventuais participações que a seu tempo poderei enviar-vos por mail. parabéns pela prosa e pelo tema.

rosalinda disse...

obrigada cingab pelos parabéns, se é que se me dirigem, mas a vaidade faz parte integrante disto da galinhagem. felicito-o pelo bom gosto quanto ao avatar, quererá ele também significar ambiguidade?

rosalinda disse...

olá

Achadiça disse...

Rosalinda, para quem não queria colaborar, constato através do seu perfil que já manifesta expressão neste universo. Conforme tive oportunidade de verificar na sua aparição, já domina este meio. Como tal, tudo aponta no sentido de conjugar a sua disponibilidade com o nosso projecto.
Bem, vou roubar-lhe a sua apresentação e plantá-la em primeiro plano aqui na capoeira, como semente de efectiva colaboração. Uma vez que a rosalinda já se iniciou neste domínio, resta-nos insistir para que contribua com o seu pé de catraia nestas águas do mulherio. Aguardamos a sua participação, independentemente da legitima pretensão ao seu próprio berloque.

B:»»

Cingab disse...

@Rosalinda,
Não sei porquê, mas da sua vagina nunca tive grandes dúvidas...
Todos os mais chegadas sabem o significado do meu avatar... Não é ambiguidade, mas quadrupla personalidade!... Porque há vida para além dos blogues!...
Em questão de beleza de avatar's o melhor é mesmo o da @achadiça, apesar de agora o estragar com aquela fita verde e vermelha...
AH!... Já agora, o cromossoma que está em recessão é mesmo o "Y"

Achadiça disse...

ai cingab cingab, andamos nós para aqui a cacarejar há que tempos e recai sobre nós o anátema da incredulidade, porém chega aqui a rosalinda e logo são palmadinhas na vagina para aqui, parabéns pelo avatar para ali... olha que uma destas nem à riça lembrava.
rosalinda não leve a mal, mas olhe que é preciso ter descaramento... bem, com uma máscara daquelas, não é de admirar...depois quem sofre de dupla personalidade somos nós. Não há pachorra.:)

o que é que se passa com a menina cris e a dona riça que já não bicam por aqui à uns tempos… é algum boicote à presidente?

B:»»

rosalinda disse...

obrigada cingab pela correcção, também me apercebi do lapso, eventualmente freudiano, mas como sou um bocado azelha nestas coisas da informática, e já tinha editado o comentário, não sabia como corrigi-lo. Além disso, a hora já ia adiantada e não pensei mais nisso.
Qual não foi o meu espanto ao constatar que o amigo, permita-me considerá-lo como tal, já o tinha feito por mim, e de forma tão simpática. foi um prazer descobrir que por detrás do bom gosto do avatar se esconde uma pessoa informada.
Quanto ao avatar da achadiça, concordo consigo. por fim, desculpe a falta de rigor quanto às maiúsculas, ou outro tipo de 'gralhas', mas corrigir este tipo de erros cansa-me extraordináriamente. já basta os trabalhos de casa que hà vinte anos ando a engolir, não me ponham a ensinar, também ao computador, o era suposto ele já saber.
obigada.

Cingab disse...

por mim, em relação às gralhas está desculpada... Nem sequer tenho moral para corrigir gralhas de quem quer que seja!...

@achadiça,
Eu (cingab) sofro de quadrupla personalidade!... Sempre assumi isso!...

Achadiça disse...

cingab é uma nova doença, já havia a bipolar, agora é a quadripolar? Já agora, parabéns… a análise à berloquelândia canense é-lhe muito favorável. Quanto ao avatar, o vermelho e verde é efeito das lantejoulas… que me tenta vestir 

rosalinda também eu tenho esses problemas com gralhas e maiúsculas... a riça fica muito ofendida com o mau uso da nossa língua, que neste caso é escrita. lá a convenci que isto era mais uma questão de estilo e consegui a compreensão dela. mas não se preocupe, pois já percebi que nestas coisas dos berloques poucos são os que se preocupam com isso. o que eu acho lamentável... especialmente nas posturas... já se sabe o que é que dá um ovo mal chocado…
B:»»

Cingab disse...

@Achadiça,
Eu não lhe ponho lantejoulas!... Até porque não a estou a ver no mundo do espectáculo...
Em relação às personalidades, até lhe direi mais:
Tenho as que quero ter (advém da minha pouca formação teatral) desço ou subo a qualquer nível!...

Cingab disse...

Já agora... parabéns porquê?... Favorável?...
Já não entendo os "berloques"!...

Achadiça disse...

os parabéns referem-se às estatísticas do portuga... o mais participativo, o maior contribuinte, o post mais comentado... um dos berloques mais visitados... enfim, bem sei que não valoriza estas ninharias, até porque o seu berloque nem prevê comentários, porém nós aqui, novatas nestas coisas, ainda nos entusiasmamos quando vemos o rodapé cheio de cacarejos e o contador em franca ascensão, pelo menos eu, perdoe-me a vaidade. Com o tempo passa.

Eu também não entendo o “Já não entendo os "berloques"!...”

B:»»